AUMENTO DE REMUNERAÇÃO PARA ALTA CÚPULA

AUMENTO DE REMUNERAÇÃO PARA ALTA CÚPULA

Ulysses Moraes pede que governador seja homem e assuma sua irresponsabilidade

Fonte: Assessoria

O parlamentar ainda destacou que nesta semana diversos sites e jornais nacionais fizeram críticas a esse aumento

O deputado Ulysses Moraes afirmou que o governador de Mato Grosso, Mauro Mendes precisa parar de espalhar mentiras à população e assumir que aumentou a remuneração para alta cúpula do Estado. O parlamentar se refere à mensagem 50/2020 (do PLC 24/2020) que foi aprovada no último sábado (16).
“O governador vem espalhando enganações a respeito da mensagem que foi aprovada na semana passada, por isso espero que ele seja homem e assuma o aumento de remuneração e o aumento de salários”, disse Moraes.
Vale destacar que Mato Grosso, foi alvo de críticas em nível nacional. O Estadão deu nesta segunda-feira (18) manchete no jornal falando sobre essa aprovação e destacando que esse aumento são concedidos enquanto o presidente, Jair Bolsonaro não sanciona a lei que congela salário.
Além disso, a CNN, Folha de São Paulo e O Antagonista abordaram sobre o mesmo tema e ressaltaram que Mato Grosso foi Estado que mais deu aumento de remuneração e gratificações, em todo Brasil.
“Mato Grosso foi na semana passada e início desta, alvo de crítica nacional e o governador continua insistindo em tentar enganar a população. Por isso peço que o governador seja homem e assuma esse aumento de remuneração”, afirmou o deputado.

Entenda o aumento para alta cúpula
O projeto de fato, aumentou os percentuais das gratificações pagas a todos os servidores efetivos que ocupem cargos em comissão ou funções de confiança no Poder Executivo. Os servidores efetivos detentores de algum cargo com DGA-, por exemplo, recebem atualmente, além do seu salário como servidor de carreira, um adicional de 35% da referida gratificação, e com o substitutivo passarão a receber 70%. Isso significa que, na prática, o valor de R$ 6.387,85 se transformará em R$ 12.775,63. Ou seja, neste exemplo, a gratificação recebida irá dobrar.
Além disso, houve o aumento da remuneração para os cargos de presidentes de Autarquias, Fundações e Reitores. São salários que eram de aproximadamente R$ 9 mil e foram para mais de R$ 18 mil. Já a remuneração dos cargos comissionados dos diretores da Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos Delegados de Mato Grosso (Ager) subirá de R$ 5.625,00 para R$ 9.375,00, ou seja, de DGA-3 para DGA-2.

D TARTAS