Em reunião via Video Conferência o Presidente Jair Bolsonaro promete R$ 60 bi para governadores combaterem Covid.

Em reunião via Video Conferência o Presidente Jair Bolsonaro promete R$ 60 bi para governadores combaterem Covid.

Será o começo de um tratamento verdadeiro ou apenas dinheiro indo pelo ralo. O que sabemos e que vários dos 27 governadores do Brasil, estavam a espera desse montante. Com números alarmantes e muita morte sem a real comprovação do Vírus Covid-19, começamos a perguntar para onde está indo todo esse dinheiro.

Somos todos sabedores de que o número de pessoas recuperadas no Brasil e 90% maior do que o número de óbitos. Isso colocando os óbitos sem laudo técnico que comprove as mortes por Covid-19.

O vírus chinês virou uma especie de guerra pelo poder no Brasil. Enquanto muitos países se uniram para combater o vírus, no Brasil houve rachas partidários e que só se sessam quando o debate vira dinheiro do povo jogado fora, ou podemos dizer, cadê o dinheiro que estava aqui.

Exames que demoram para acontecer, hospitais sem os devidos materiais de proteção para médicos, enfermeiros e toda a classe ligada a saúde.

Agora após a reunião no dia de ontem feito por vídeo conferência houve até elogios de pessoas que só pensaram em si mesmo. Colocando estados e cidades em Lockdown, proibindo o trafego de veículos e lotando ônibus e metrô, portas dos bancos Caixa econômica federal sempre lotadas, entre outros. Ficou mais parecendo que estavam se fazendo de tudo para aumentar o número de pessoas infectadas. Por que se o fato e diminuir aglomeração, como se manda o povo para terminais coletivos super lotados.

Resta saber até quando nossos “poderosos chefões da politica” irão de fato preocupar em trabalhar para o povo, trazendo na mídia suja o que realmente está acontecendo no Brasil.

Precisamos socorrer o povo que esta infectado pelo covid-19, porém precisamos salvar a econômia do Brasil antes que seja muito tarde, pois podemos presenciar hoje muitas familias passando necessidades, pais desempregados, sem moradias. E cidades no Brasil com moradias para entregar para o povo fechadas. “ISSO É BRASIL”

Acompanhe abaixo o que foi pautado na reunião entre Presidentes e Governadores com a presença do Presidentes da Câmara dos Deputados Federais Rodrigo Maia e Presidente do Senado Davi Alcolumbre

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) debateu a concessão de ajuda financeira de R$ 60 bilhões aos estados durante combate à pandemia do novo coronavírus, em reunião por videoconferência com os 27 governadores nesta quinta-feira (21)

O presidente vai sancionar o projeto de lei que libera a verba, e a expectativa é que a primeira parcela seja liberada até o dia 30 de maio.

O movimento também parece ter oferecido uma trégua nos constantes conflitos entre o presidente e o governador de São Paulo.

Doria um dos principais desafetos do Presidente Jair Bolsonaro, considerou a reunião um fato histórico e elogiou o tom de paz, harmonia e entendimento. “Na guerra todos perdem, principalmente os mais pobres e humildes. A reunião foi uma demonstração de sabedoria, bom senso e equilíbrio de todos os que estavam participando”, afirmou.

Será que a Verba liberada para o estado de São Paulo mexeu com os sentimentos do Governador João Dória?

Além da verba, cuja divisão ainda não está clara, ficara acordado véspera em conversa de Doria com o ministro interino da Saúde, General Eduardo Pazuello, que os 1.800 leitos de UTI solicitados pelo governo estadual serão homologados até 26 de maio.

O ministério também prometeu para o início da próxima semana a entrega de 600 respiradores, que serão destinados à capital, região metropolitana e baixada santista.

O estado de São Paulo soma até esta quinta 73.739 casos de Covid-19 -3.880 registrados nas 24 horas de quarta para quinta-feira, uma alta de 5,55% em relação ao dia anterior.

Acima um número muito alto de pessoas registradas com Covid-19 em menos de 24 horas da reunião com o presidente da República. Números esses que causa uma % de desconfianças popular.

Em relação ao número de mortes, o o estado chegou a 5.558 -195 a mais que esta quarta, um aumento de 3,63%.

A taxa de ocupação de leitos de UTI no estado está em 73%, com 4.224 pacientes com suspeita ou confirmação de Covid-19 internados. Outros 6.467 permanecem em enfermarias. Na Grande São Paulo, a taxa de ocupação na terapia intensiva é de 89,6%.

No Hospital de Campanha Ibirapuera (zona sul), 155 pessoas permanecem internadas. Até esta quinta, 14.669 pessoas tiveram alta dos hospitais estaduais e estão curadas.

O que nós deixa mais intrigados com os números divulgados em mídias como a famosinha Globo, e que a mesma trabalha desde o inicio da pandemia com matérias negativas. Ou seja o famoso quanto pior melhor para a TV Globo.

Por Wesley Robson / www.aconteceaqui.net

D TARTAS