Lockdown, resolve ou não?

Lockdown, resolve ou não?

O Ministério da Saúde afirma que não adiantará fazer um lockdown, o isolamento total, se houver uma aceleração descontrolada dos casos do novo coronavírus. “Não adianta fazer isso no pico da curva, muitas vezes você vai ver uma queda que possivelmente não vai ser pelo lockdown. O crescimento dessa doença é exponencial.

Por: Wesley Robson / Aconteceaqui.net

Ana Carolina Silva e Flávio Costa Do UOL, em São Paulo

Chega em um ponto da curva em que não adianta mais fazer o lockdown porque a transmissão já está disseminada em uma região”, afirmou durante entrevista coletiva, Wanderson Oliveira, secretário de vigilância em saúde do ministério.

Ontem no dia 11 de Junho de 2020, na volta da capital de Mato Grosso, Cuiabá para a cidade de Barra do Garças, passando por Chapada dos Guimarães vê o que não era para está acontecendo, várias e várias famílias passeando nas áreas de lazer e turismo daquela região, tipo cachoeiras, piscinas de águas termais e o mais curioso, distanciamento e mascaras era o que não viamos em boa partes das pessoas que ali estava. Comerciantes sem se previnir e atendendo pessoas sem as devidas proteções obrigatórias.

Chegando a cidade de Campo Verde, bares e lanchonetes também com o fluxo de movimento maior do que o permitido. A aglomeração existia, porém todos ali estava fazendo o uso da mascará.

Primavera do Leste onde parei para abastecer em um posto na BR070 onde a aglomeração na conveniência do posto era muito grande, muitas pessoas sem fazer o uso da mascará.

Então fica a pergunta, tirar as pessoas de seus locais de trabalho e o mesmo que dá um tiro no pé, pois enquanto não houver consciência da população em um todo, os números não irão cair. Pelo contrario, cai em uma semana ou 15 dias, durante o famoso Lockdown que alguns prefeitos estão usando em suas cidades como “Ditadura” cito exemplos da cidade onde a Administradora a sra. prefeita Inês Coelho, lacrou a entrada da cidade como se a mesma fosse a dona do município. Colando que os seus vizinhos uma das cidades que mais acolhe a população Torixorina, proibindo que pessoas cito exemplo moradores de Barra do Garças, seja proibido de adentrar na cidade de Torixoreú.

Não digo que tenha que abrir a cidade para festas e reuniões, mais existe pessoas que tem vínculos trabalhistas entre as duas cidades. A barreira sanitária e muito importante para qualquer município, porém como foi por diversas vezes denunciados em rede sociais as tais formas como moradores de Barra do Garças foram tratados na entrada de Torixoréu.

Outra cidade que vive em Lockdown e seus números não param de subir e a cidade de Confresa do Prefeito Rônio Condão. “O sr. prefeito daquele ilustre município, uma cidade de alto potencial econômico da região do Vale do Araguaia, onde foram decretados de forma “DITADOR” não ouvindo se quer o comerciante, muito menos a população, Impondo de maneiras grosseiras de que iria fazer e que mesmo com a reunião entre os comerciantes o mesmo tenha aberto uma brecha para um dialogo de acordo.

Somos sabedores de que estamos em ano eleitoral, e não será por essas ações de que está tentando proteger a população de que o sr. prefeito irá conseguir sua reeleição.

O Povo queria obras, melhorias na saúde, hospitais, UBS prontas para atendimento com médicos e medicamentos, o que não foi feito nesta administração. Ai volto a pergunta. Lockdown resolve, ou não?

Porque na cidade de Confresa conforme os números, parece que não. Pois e a cidade com maior número de dias parada, com a economia indo ralo abaixo, e o que o sr. prefeito tem feito para ajudar na área da saúde.

“E certo de que nessa etapa da vida que estamos todos nós passando, que se não nos unirmos, cada qual respeitando as normas, evitando aglomeração, fazer sempre que possível a higienização das mãos com água e sabão ou o uso do álcool em gel, não iremos sair desse pandemônio.”

Vamos parar com essa hipocrisia de ficar barrando ou julgando moradores da cidade A ou B, estamos todos no mesmo barco, um precisa do outro. Somos sábios de que a saúde do Brasil não estava preparada para um vírus como este. Se todos usarem as verbas na saúde de forma responsável ai sim você prefeito irá salvar muitas vidas em seus municípios.

Dos 5.086 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 2.887 estão em isolamento domiciliar e 1.792 estão recuperados. Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 174 internações em UTI e 148 em enfermaria. Isto é, a taxa de ocupação é de 74,7% para UTIs e de 18,1% para enfermarias.

D TARTAS