Ulysses Moraes realiza fiscalização em Hospitais de Cuiabá e Várzea Grande

Ulysses Moraes realiza fiscalização em Hospitais de Cuiabá e Várzea Grande

De acordo com o parlamentar, tanto a Santa Casa de Misericórdia de Cuiabá quanto o Hospital Metropolitano de Várzea Grande estão com uma taxa de ocupação superior a 80%

O deputado Ulysses Moraes realizou na última terça-feira (9), fiscalizações na Santa Casa de Misericórdia de Cuiabá, no Hospital Metropolitano de Várzea Grande, no Hospital São Benedito e no antigo Pronto-Socorro de Cuiabá. As Unidades de Saúde tem recursos do Governo de Mato Grosso e estão com elevadas taxas de ocupação nos leitos de Unidades de Terapias Intensivas. O parlamentar também está realizando essa fiscalização em diversos municípios do estado para acompanhar como estão sendo aplicados os recursos no combate ao coronavírus, bem como garantir melhorias e segurança aos profissionais da saúde.


“A situação da área de paramentação dos profissionais da saúde, na Santa Casa de Misericórdia de Cuiabá está em uma situação precária. É uma vergonha que falte até sabonete e álcool em gel. Além disso, detectamos uma taxa de ocupação bem elevada nas UTIs. Ontem, o hospital tinha apenas 11 leitos disponíveis para pacientes com Covid-19”, disse Moraes.
Com todos os equipamentos de proteção individual adequado, o parlamentar entrou nas UTIs para conferir como estava a situação dos leitos. E de acordo com o deputado, de segunda-feira para terça, foram registrados seis óbitos na Santa Casa por coronavírus e a taxa de ocupação dos leitos das UTIs já é de 72%.


Em relação ao Hospital Metropolitano de Várzea Grande, dos 40 leitos de UTI disponíveis, 35 já estão ocupados, ou seja, a taxa de ocupação é de 87%. O parlamentar afirma que a situação é preocupante.
“No antigo Pronto-Socorro, a taxa de ocupação também está bem elevada e tem uma série de equipamentos em falta. E o São Benedito abriu para receber pacientes de Covid-19 e já nas primeiras horas chegaram dois pacientes”, destacou o parlamentar.


Vale destacar que após denúncias dos profissionais da saúde, o deputado já passou por hospitais de Sinop, Barra do Bugres, Campo Novo do Parecis, Rondonópolis, Cuiabá e Várzea Grande para investigar e garantir melhorias para estes trabalhadores. Além disso, os estados e municípios de todo Brasil receberam a primeira parcela do auxílio emergencial para ser usado na saúde em combate ao Covid-19. E essa primeira parcela tem um total R$ 15 bilhões, sendo que as próximas já têm três parcelas datas definidas.
“Com isso, precisamos ficar mais atentos nas estruturas dos hospitais, nas instalações, nos equipamentos, bem com nas condições de trabalho dos profissionais. São milhões em recursos que estão vindo para os estados e municípios, por isso precisamos intensificar as fiscalizações”, acrescentou o parlamentar.


Ulysses Moraes está realizando também fiscalizações em dispensas de licitações feitas por municípios de Mato Grosso com a justificativa do coronavírus. “Se você é profissional da saúde pode nos avisar tudo o que estiver acontecendo na Saúde da sua cidade. Estamos fiscalizando cada hospital e se for preciso irei contar cada leito de UTI para mostrar a verdade ao mato-grossense”, garantiu o deputado.

D TARTAS