Construtora retoma obras do Residencial Carvalho nesta quarta (8)

Construtora retoma obras do Residencial Carvalho nesta quarta (8)
Obras do conjunto habitacional serão retomadas após a Sema renovar licença ambiental exigida pela Caixa Econômica Federal para liberar recursos.
Andrezza Dias
Da Redação

A empresa Resecom confirmou estar em fase de contratação de funcionários para a retomada das obras do Residencial Carvalho I, II e III que acontecerá na quarta-feira (8). O retorno dos serviços foi permitido após a Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sema) renovar a licença de instalação do conjunto habitacional ontem (6).

As obras do conjunto habitacional foram iniciadas em maio de 2014, no primeiro mandato do prefeito Roberto Farias e fazia parte de seu plano de governo. Devido as trocas de gestão no governo federal o programa Minha Casa Minha Vida sofreu paralisações e culminou no atraso da obra.

Depois de quase cinco anos de espera, as 1.436 famílias contempladas pelo programa aguardam a conclusão para realizar o sonho da casa própria.

Segundo a gerente administrativa de obras da Resecom, Tatiane Procópio das Chagas, a construtora já contratou uma primeira equipe com 11 homens para iniciar os serviços de limpeza do canteiro de obras amanhã (8). Ainda de acordo com a gerente, o cronograma de trabalhos terá início pelo Residencial Carvalho III, com aplicação das cerâmicas e reparos necessários.

Renovação da licença

Paralisadas desde 2015 devido à rescisão dos contratos com a empreiteira anterior, a empresa Resecom Construtora Ltda foi contratada em 2018 após novo edital de chamamento público.

Para liberar os R$ 54 milhões que serão usados na conclusão das quase 1,5 moradias, a Caixa Econômica Federal (CEF) exigia a licença ambiental que estava vencida após o período em que as obras ficaram paradas.

Em uma vistoria técnica realizada em 2019 foi constatada a existência de erosões no loteamento, resíduos de construção civil e casas já executadas que estavam com a estrutura comprometida, necessitando ser reconstruídas pela empresa contratada.

Após o atendimento de todos os itens, a Sema renovou a licença ambiental do conjunto habitacional, conforme informou o chefe local do órgão em Barra do Garças, Moacir do Couto.

O Ministério Público Federal (MPF) conduziu o grupo de trabalho com a participação de instituições públicas e privadas envolvidas no empreendimento para a renovação da licença ambiental.

Além do MPF e Sema, representantes dos moradores contemplados pelo programa habitacional, da Assembleia Legislativa com apoio do deputado estadual Max Russi (PSB) e da prefeitura de Barra do Garças também se mobilizaram para viabilizar a retomada das obras.

D TARTAS