Justiça aceita denúncia e presidente da OAB-MT vira réu por agredir a mulher dele.

Justiça aceita denúncia e presidente da OAB-MT vira réu por agredir a mulher dele.

Leonardo Campos, que chegou a ser preso na ocasião, negou as agressões.

Denise Soares
G1 MT

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil em Mato Grosso (OAB-MT), Leonardo Campos, de 41 anos, virou réu por ter agredido a mulher dele, Luciana Póvoas Lemos, de 42 anos, no mês de maio, em Cuiabá.

A decisão, de sexta-feira (3), é do juiz Jamilson Haddad Campos, da 1ª Vara Especializada de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher.

Leonardo, que chegou a ser preso na ocasião, negou as agressões.

G1 entrou em contato com o advogado por telefone. Ele disse que não vai se manifestar sobre a decisão ‘por se tratar de um assunto estritamente particular’.

Haddad aceitou a denúncia do Ministério Público Estadual (MPE), que atribuiu a Leonardo o crime de ‘vias de fato’, prevista no artigo 21 do Código Penal.

“Os indícios de autoria e materialidade estão caracterizados pelo Boletim de Ocorrências, Termo de Declarações das Testemunhas, Pedido de Providências Protetivas”, disse o magistrado.

O caso 

De acordo com a Polícia Militar, os policiais foram chamados pela mulher de Leonardo, que também é advogada, por volta de 22h no condomínio do casal, localizado no bairro Goiabeiras.

Luciana contou que Leonardo chegou em casa e eles tiveram uma discussão. Ela afirmou que foi empurrada e xingada pelo marido. Também revelou que não foi a primeira vez que isso aconteceu.

No boletim de ocorrência, a mulher detalhou à PM que o marido aparentava ter ingerido bebida alcoólica.

O advogado foi conduzido pela PM à Central de Flagrantes do bairro Verdão, em Cuiabá.

De acordo com a Polícia Civil, o caso foi registrado como’ injúria real com vias de fato’. O caso foi encaminhado para a Delegacia da Mulher de Cuiabá.

D TARTAS