DNIT avança com obras de drenagem do Contorno de Barra do Garças

DNIT avança com obras de drenagem do Contorno de Barra do Garças

Avançam as obras de drenagem urbana que abrangem a construção do Contorno Rodoviário de Barra do Garças (a 511 km de Cuiabá), um empreendimento importante que beneficiará a população da região, ao retirar do centro da cidade o tráfego de veículos pesados.

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) concluiu 40% da obra de drenagem, e atualmente trabalha em diversas frentes de serviços executando, escavações, implantação de bueiros e galerias para escoamento das águas pluviais, na região do bairro Jardim Nova Barra.

As equipes do DNIT estão executando em julho os serviços de drenagem na Presidente Vargas, entre o cruzamento da Av. Duque de Caxias e o deságue no Rio Córrego Fundo. Além disso, estão sendo executados serviços na Avenida Duque de Caxias, entre o cruzamento da Av. Amazonas até a Ponte do Rio Garças, contemplando também a Av. Ezequiel de Carvalho e a Av. Perimetral, naquela região.

O projeto do contorno passou por revisão e melhoria na execução de drenagem. Isso porque as obras de precisaram ser substituídas por drenagem urbana, de maior vulto. A medida visou adequar o plano à necessidade atual do empreendimento, uma vez que houve o crescimento do município e a construção de loteamentos no entorno da obra.

As obras de pavimentação devem começar somente após a conclusão dos serviços de drenagem das águas, que tem previsão de serem finalizados até o final do ano.

A drenagem, a terraplanagem e a pavimentação deste traçado em Barra do Garças tem programa para finalização em 2021. O DNIT investe R$ 17 milhões nessa etapa. Serão 4,5 quilômetros de rede para o escoamento das águas pluviais e os recursos estão garantidos no orçamento da União para o ano de 2020.

c1a23761-70be-46f1-a56c-18e3635659f6.jpg

Grande obra

O Contorno de Barra do Garças é uma obra que vai interligar as rodovias federais BR-070, BR-158 e a rodovia estadual MT-100, na divisa de Mato Grosso com o estado de Goiás. O serviço visa reduzir o tráfego de veículos pesados que circulam pelo centro da cidade, beneficiando os moradores e os usuários da rodovia na região.

O projeto inclui duas pontes: uma sobre o rio Araguaia e outra sobre o rio Garças, que já estão concluídas. No total, o trecho soma cerca de 16 quilômetros, sendo 10 quilômetros em território mato-grossense e 6 quilômetros em Goiás.

Um dos pontos positivos do empreendimento é que o tráfego mais intenso de veículos pesados será retirado do perímetro urbano não apenas de Barra do Garças, mas também de Pontal do Araguaia e Aragarças (em Goiás).

Importância

A importância da BR-070/MT se deve, principalmente, ao potencial de crescimento econômico do Leste mato-grossense, cujos municípios mais antigos foram impulsionados pela pecuária.

Nos últimos cinco anos, a entrada da cultura da soja em propriedades rurais já existentes, em integração com a pecuária, sinaliza um novo salto de crescimento econômico no estado. Projeções do Instituto Mato-grossense de Economia Agrícola (Imea) apontam que a soja tende a se tornar a principal atividade agrícola em 3 milhões de hectares que vinham sendo utilizados prioritariamente como área para pastagens.

D TARTAS