A fruta mais doce de Canarana já está plantada

A fruta mais doce de Canarana já está plantada

A diversificação de culturas e a aposta em novos mercados vem se tornando regra para agricultores brasileiros e em Canarana – MT, a cerca de três décadas, o cultivo da melancia é uma opção de cultura que tem dado certo e que transformou o município na capital estadual da fruta.

No inicio desde maio de 2021, os produtores locais estão finalizando o plantio da melancia que, de forma irrigada,  soma 65 hectares na safra atual. Ainda há outras áreas cultivadas no período chuvoso no município. Na Fazenda Recomeço, o produtor Matheus Goldoni, disse à reportagem da AGRNotícias que já está finalizando seus 30 há, e que em meados de agosto e setembro, deve iniciar a colheita.

“A gente planta de forma escalonada, em três etapas. O plantio assim é pensando na logística e na saída gradual da produção.” Os demais produtores, conforme relata Matheus, plantaram a fruta mais cedo neste ano.

Expectativa de comercialização

Goldoni explica que em 2020 muitos produtores não apostaram na cultura temendo que a pandemia causasse quebra na demanda. Mas o que aconteceu foi o inverso e, frente a baixa oferta, o preço subiu. “E ai o que aconteceu no mercado da melancia foi que preço em 2021 se manteve. O mesmo que aconteceu com a saca de soja; O preço subiu e se manteve lá por enquanto”.

“A pressão esse ano é a mesma do ano passado: ‘Ano de pandemia, não vai ter consumo’. A insegurança é a mesma. Pra nós aqui também agora tem essa questão do Zoneamento (ZSEE), que é outra insegurança, em que a gente não sabe o que será o futuro de melancia, dessa exploração hídrica”, explica o produtor que depende de outorga de uso da água para manter o melancial irrigado.

Matheus acredita que em 2021 a oferta de frutas será maior, justamente porque muitos produtores ficaram animados com os preços pagos em 2020. A comercialização não é por contrato físico e  90% do que é produzido em Canarana vai pros CEASAs (Centrais de abastecimento) de capitais brasileiras.

” Agora é acreditar no negócio. Plantar, investir, fazer o melhor da gente, pra fazer uma fruta de boa qualidade pra mandar pro mercado e lá na frente acreditar que a tendência de preço seja no mínimo igual do ano passado” finaliza Goldoni.

admin