“É uma grande conquista”, avalia prefeito sobre construção de pontes em Nova Nazaré; VÍDEO

“É uma grande conquista”, avalia prefeito sobre construção de pontes em Nova Nazaré; VÍDEO

Prefeito João Teodoro Filho falou das expectativas em relação a ponte sobre o Rio das Mortes e a conclusão da ponte sobre o rio Borecaia.

Da Redação

O prefeito de Nova Nazaré, João Teodoro Filho – Salgadinho (PSDB), disse em entrevista ao Semana7 que considera a construção de pontes de concreto no município uma grande conquista. Segundo ele, os investimentos irão sanar alguns problemas que a população tem enfrentado há anos, como a poeira e precariedade de algumas estruturas antigas.

“Essa obra [ponte sobre o rio Borecaia] é uma das obras mais importantes para o nosso município e com a conclusão da ponte e do aterro melhorou muito a questão da qualidade de vida do nosso povo”, explicou Salgadinho.

O prefeito também falou das expectativas em relação a ponte sobre o Rio das Mortes, que teve a obra iniciada no ano passado pelo Governo do Estado, com 483 metros de extensão e será uma das maiores de Mato Grosso.

“É uma grande conquista. O Governo do Estado focou em fazer essa ponte. O Estado já tinha feito várias promessas e agora nós vemos com bons olhos e a população bem animada com perspectiva de futuro. O governo também teve a responsabilidade e o compromisso de indenizar o pessoal que ficava as margens e gostaria de dar os parabéns para o nosso governador porque essa obra vai transformar Nova Nazaré”, afirmou o prefeito.

De acordo com o gestor, a previsão de entrega da ponte é para março de 2022, conforme engenheiros da obra.

Obra

A ponte sobre o Rio das Mortes fica na MT-322, antiga BR-080, e conhecida como ‘Rodovia do Calcário’, uma das principais rotas de escoamento de grãos e transporte de gado da região. A via se estende desde a divisa entre Mato Grosso e Goiás até o município de Novo Mundo (MT), pouco depois de Matupá (MT), no entroncamento com a BR-163.

Ao todo, estão previstos investimentos de R$ 52 milhões na construção da ponte, que vai representar um salto no desenvolvimento da região Araguaia, que ainda depende exclusivamente das balsas para fazer o trajeto na MT-326.

FONTE: SEMANA7

admin