Ex-prefeito e dono de construtora são alvos de operação da PF contra supostos desvios em prefeitura

Ex-prefeito e dono de construtora são alvos de operação da PF contra supostos desvios em prefeitura

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quinta-feira (26), em parceria com a Controladoria-Geral da União (GCU), uma operação com objetivo de apurar supostos desvios ocorridos na prefeitura de Jangada (70 quilômetros de Cuiabá). Estão sendo cumpridos mandados em Cuiabá e também na cidade do interior. A residência do ex-prefeito, Ederzio de Jesus Mendes, o ‘Garrincha’ é alvo.

No total, são cumpridos nove mandados de busca e apreensão em Jangada e outro em Cuiabá. Não há prisões. O esquema seria de da fraude em processos licitatórios realizados pelo município.

A prefeitura de Jangada é alvo de mandado de busca e apreensão. Agentes da Polícia Federal estão neste momento no local, em busca de provas que sustentem a investigação.

Também há um veículo da Polícia Federal na residência do ex-prefeiro, Ederzio de Jesus Mendes, o Garrincha. Conforme o apurado pelo Olhar Direto, os supostos desvios teriam acontecido durante a sua gestão.

As investigações tiveram início a partir de notícia-crime recebida pela Polícia Federal acerca da existência de esquema de fraudes em licitações em obras públicas realizadas entre os anos de 2018 e 2020, com o envolvimento de agentes públicos municipais e empresários.

Os policiais federais também foram a uma residência na região do bairro João Bosco Pinheiro, em Cuiabá. O dono de uma construtora seria um dos alvos nesta quinta-feira (26). Porém, ele não foi localizado e estaria viajando. No local, foram apreendidos vários documentos.

Conforme Nota Técnica elaborada pelos auditores da CGU o prejuízo efetivo aos cofres públicos, com essas ações chegou a R$1.766.998,81.

 

 

Visualizações 102

admin